É comum de uma gestão hospitalar focar sua atenção integral aos processos operacionais da instituição, mas e quanto às demandas paralelas, que representam grande parcela do sucesso, por exemplo, a gestão de estoque hospitalar, como tem lidado com essa obrigação recorrente?

Esse cenário pode ser agravado ainda mais em hospitais de médio e pequeno porte, visto que a necessidade de enxugar recursos é inerente à permanência no mercado e atendimento de qualidade à população.

Portanto, indiferente ao porte do seu hospital, hoje, trataremos de mostrar como um software hospitalar é fundamental para controlar melhor e com autoridade o estoque em sua gestão hospitalar. Confira!

Existem muitos gargalos em uma gestão de estoque hospitalar?

Bom, assumindo que a gestão hospitalar é um dos modelos mais complexos de gestão, é essencial associar toda demanda como primordial. Nesse sentido, quando falamos em estoque hospitalar, pode ter certeza, é algo a ser gerenciado nos mínimos detalhes.

O estoque é um “órgão indispensável” para a rotina de qualquer hospital. Dessa forma, gargalos podem ocasionar ruptura e até mesmo uma abundância mascarada, que reduzem drasticamente a eficiência do operacional, e estamos falando de problemas como:

1.     Planejamento raso de compras;

2.     Falta de rastreabilidade das matérias-primas;

3.     Descritivos incorretos;

4.     Recorrentes compras de forma emergencial;

5.    Perdas e extravios por falta de controle e gestão;

6.    Ausência ou excesso de produtos em estoque;

7.     Dificuldade em determinar com exatidão custos intrínsecos ao estoque.

Aliás, você sabia que, segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), existe uma margem crescente que impacta diretamente a gestão de hospitais? Ainda segundo a organização, cerca de 25% a 40% dos custos hospitalares referentes ao estoque, representam apenas desperdícios.

E como você bem sabe, em um hospital, cada economia pode se transformar em insumos que se tornam indispensáveis para o tratamento e cuidado dos pacientes.

Por que implementar um software de gestão hospitalar para o estoque?

É fundamental ter a gestão de estoque do hospital como uma demanda complexa, por vezes fragmentada a partir de distintos envolvidos na cadeia de suprimentos da instituição, tais como: empresas de seguros, fabricantes, fornecedores e demais setores hospitalares, onde muitas vezes os envolvidos externos possuem metas e objetivos próprios.

Sendo assim, um software hospitalar voltado a atender as exigências de um estoque em plena expansão, pode trazer maior eficiência e organização.

Isso porque não basta apenas realizar a aquisição de insumos e “catalogar” tudo, uma vez que se faz urgente facilitar à disponibilização do estoque aos profissionais envolvidos na linha de frente do hospital.

Em outras palavras, um sistema moderno e desenhado para acomodar as exigências hospitalares entrega maior poder de ação, tanto à instituição quanto aos seus profissionais, tudo de forma centralizada e objetivando sua eficiência.

Isso sem contar que a relação dos envolvidos na administração do estoque é estimulada.

Já imaginou reduzir custos com uma aproximação assertiva das empresas de seguro? Ou planejar com total eficácia a aquisição de insumos e, assim, encolher os desperdícios? Quem sabe até contar com o recurso da rastreabilidade dos produtos, facilitando de vez a rotina hospitalar, seria ideal, não concorda?

Então, saiba que isso só é possível através de um software, pois ele é o responsável por eliminar os erros da gestão de estoque hospitalar. Veja abaixo duas vantagens do sistema certo para seu hospital!

2 vantagens do software hospitalar para a gestão de estoque hospitalar

1 – Extraia mais dos dados atuais para flexibilizar as demandas

Atualmente, é difícil apontar algo que não seja embasado por dados concretos, extraídos do operacional de uma empresa. Por outro lado, no âmbito hospitalar esse recurso entrega resultados ainda mais promissores.

Atuando como um elemento estratégico, viabiliza aos responsáveis pelo estoque ampliarem a assertividade no processo de aquisição de insumos. A partir das movimentações diárias, cria-se um mapeamento inteligente que favorece a manutenção do estoque de forma enxuta e otimizada.

2 – Fortalece as análises estratégicas do seu hospital

Sua gestão de estoque conta com a análise de comparação? Esse é um método crucial para o estoque hospitalar, pois simplifica o entendimento sobre o uso dos insumos e a periodicidade dos pedidos.

De forma resumida, é possível compreender o equilíbrio entre os insumos adquiridos com os que realmente foram utilizados em distintos momentos. Para isso, podem ser utilizados relatórios estratégicos, tais como: mapa de movimentação de produtos, curva ABC e XYZ, pontos de reposição, rastreabilidade de produtos etc.

Outro fator beneficiado no estoque, é a possibilidade de identificação da ausência de insumos essenciais, da definição da taxa de desperdício e até mesmo na compra em excesso, que gera materiais parados e passíveis de serem descartados.

Logo, relatórios completos e no momento ideal, promovem a exatidão da previsão das demandas hospitalares.

Quer ter a melhor gestão de estoque hospitalar, livre de desperdícios e com margem para o crescimento da instituição como um todo? Então, recomendamos entrar em contato conosco, pois temos o que sua gestão realmente precisa para prosperar, te aguardamos!

Rua Evaristo da Veiga, 154 - 3º Andar, Porto Alegre - RS - (51) 3021-0055 - 90620-230
Infraestrutura Plantão 24 Horas
51 99239-6976 (VIVO)
51 99238-7010 (CLARO)
Suporte
51 99767-7602
Receber novidades
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.