Resultado direto da transformação digital promovida nos últimos anos, a conectividade nos cuidados em saúde tem se mostrado a verdadeira precursora de resultados, melhorias no atendimento de qualidade e ganhos de competitividade.

Contudo, alcançar esse patamar é uma jornada que deve ser levada em seus detalhes, de modo a maximizar a transformação necessária.

Para isso, a tecnologia hospitalar é peça-chave, tornando possível promover desde a cultura organizacional até processos mais condizentes aos moldes do serviço de saúde de padrão mundial.

Neste conteúdo, a SALUX mostrará um pouco mais das vantagens da integração hospitalar e como você deve perseguir esse objetivo o quanto antes. Acompanhe!

Qual a importância da conectividade nos cuidados em saúde?

Podemos dizer que a conectividade dos novos recursos hospitalares baseados em alta tecnologia, como é o caso do Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP), traz vantagens inerentes à organização, claramente, mas algo tem mudado, e isso é a centralização das ações e tratamentos voltados à experiência do paciente.

As pessoas têm vivido mais, com condições de saúde mais complexas. Os medicamentos, apesar de mais eficazes, custam diariamente milhares de reais por mês aos hospitais e sistemas públicos de saúde.

Para se ter uma ideia, algumas nações desenvolvidas realizam 40% mais intervenções cirúrgicas hoje do que há uma década.

Os gestores em saúde procuram tecnologias inovadoras que lhes permitam gerenciar esse aumento, ao mesmo tempo em que melhoram os resultados, reduzindo custos e, além de tudo isso, satisfazendo a crescente necessidade dos pacientes de poderem acessar seus dados médicos em formatos utilizáveis.

Sabemos que ao primeiro contato, pode soar como prioridades intangíveis de serem atendidas em simultâneo, mas é aí que a conectividade surge na saúde!

Como a conectividade em saúde reduz a complexidade desse cenário?

Uma melhor conectividade aumenta consideravelmente a eficiência operacional, permitindo aos médicos fazer melhor uso da Inteligência Artificial e do aprendizado de máquina.

Como resultado, o tratamento assertivo e a prevenção de condições médicas podem ser “previstas” com antecedência.

Isso porque, há possibilidade de atuar com previsibilidade, especialmente diante das ferramentas para análise de dados e informações, como soluções em Business Intelligence (BI).

Conforme desenvolvemos este conteúdo, mais hospitais começam a colocar essa conectividade no seu devido lugar. Importantes benefícios podem incluir:

  • Paralisações de rede mais curtas, aumentando a produtividade e a ininterrupção do serviço.
  • Manutenção e atualização de redes com tempo de inatividade zero para médicos e gestores.
  • Velocidade de transferência de dados otimizada ao máximo.
  • Capacidade de trazer novos ativos on-line com zero interrupção à conectividade, após expansões, fusões e aquisições.
  • Tratamento ao paciente de maior precisão e celeridade que impactam no fluxo hospitalar.

No entanto, essas são apenas “conquistas técnicas”, ou seja, é fundamental compreender o que muda, de fato, para pacientes e médicos, não concorda?

Quais facilidades as equipes e os pacientes passam a aproveitar?

A conectividade tem aumentado a difusão da telemedicina, para que os pacientes possam permanecer em suas próprias casas por mais tempo e com maior segurança.

Particularmente, isso é muito relevante, visto que o envelhecimento da população acaba gerando custos às organizações, como por exemplo, com quedas de idosos e potenciais problemas atrelados ao deslocamento para consultas.

Em alguns contextos da saúde, hospitais têm oferecido aplicativos que exibem os dados e planos de tratamento dos pacientes com segurança em seus telefones. Essa conectividade em saúde fortalece a participação do paciente durante todo seu tratamento.

Maior conectividade e velocidade de dados permitem que determinados hospitais implantem dispositivos de nível hospitalar em ambiente domiciliar, incluindo equipamentos de monitoramento de pacientes e ferramentas que permitem aos médicos acessar registros eletrônicos de saúde com segurança.

E mais serviços são desenvolvidos diariamente à medida que os hospitais adotam precocemente serviços digitais e inteligentes.

Desse modo, empregam análises orientadas por dados para melhorar o atendimento ao paciente, fluxos de trabalho dos colaboradores e tomada de decisões operacionais, tudo acontecendo em tempo real.

A SALUX faz parte direta desse processo de transformação

Com soluções desenvolvidas a partir da visão dos gestores hospitalares que compreendem a importância da tecnologia hospitalar, entregamos sistemas, ferramentas e recursos com funcionalidades voltadas à alta conectividade hospitalar.

Inclusive, somos grandes incentivadores da evolução da cultura paperless, que na verdade acaba sendo uma consequência direta do processo de otimização na organização. Ao todo, trabalhamos com 3 grandes soluções:

1. SX Sigma: software de gestão em saúde e assistencial, modular ou totalmente integrado, entrega recursos de inteligência clínica, flexibilidade, performance e maior segurança.

2. SX Corporate: solução desenhada para gestão estratégica efetiva de múltiplas unidades, de forma simultânea, integrada e com máxima conectividade.

3. SX Intelligence: solução em Business Intelligence que oferece atualizados indicadores de gestão e controle às organizações, apoiando assim, a tomada de decisão e processos de acreditação hospitalar.

Se você também entende a relevância de melhorar a conectividade em seu hospital, pois sabe como isso teria impactos positivos na saúde e bem-estar dos pacientes, bem como na eficiência operacional, solicite um contato.

Rua Furriel Luiz Antônio de Vargas, 380 | Bela Vista | Porto Alegre - RS - (51) 3021-0055 - 90470-130
Infraestrutura Plantão 24 Horas
51 99239-6976
Suporte
51 99767-7602
Receber novidades
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.