Os problemas enfrentados atualmente na área da saúde provam que o nível de complexidade da gestão em saúde pode ser ainda mais complexo, e um bom exemplo disso é a dificuldade em assegurar a produtividade hospitalar.

É possível uma gestão ser produtiva mesmo em tempos de crise? Para responder a essa indagação reunimos 4 formas de estimular consistentemente as ações da sua instituição, objetivando à sua gestão o domínio completo das adversidades. Confira a seguir!

4 formas de garantir a produtividade hospitalar mesmo em tempos de crise

1 – Focar na administração do capital humano

Não há outra maneira, o ambiente hospitalar deverá ser conturbado nos próximos meses, isso considerando um cenário otimista. Estamos falando de um potencial aumento do número de casos de contaminação por Coronavírus, levando o sistema hospitalar à capacidade máxima.

Se em dias normais a complexidade já é grande, em tempos de pandemia ela se torna imensurável.

Nesse sentido, a chance de perder o controle sobre as ações e processos diários ronda grande parte das instituições, cabendo aos gestores alinharem mais organização e padronização.

Sendo assim, o caminho mais adequado começa com o enfoque na gestão do capital humano.

Preparar a equipe nesse momento é o que facilitará manter a produtividade hospitalar. Faça uma análise cuidadosa da necessidade de contratação – mesmo que temporária, a fim de suprir o aumento da demanda por leitos.

É através da união de profissionais com o objetivo único de vencer os obstáculos, que a produtividade pode ser estimulada. Afinal, maior rendimento em muitos casos significa mais vidas salvas e menos problemas.

2 – O equilíbrio financeiro é mais importante do que nunca

Todo e qualquer processo – antes considerado simples e fácil de ser resolvido, tomará proporções inimagináveis, bem como já observamos na saúde brasileira. Dessa forma, é provável que os setores da instituição de saúde passem por momentos de provação, como é o caso do setor financeiro.

Isso porque é ele quem passará a coadjuvante desse cenário, sendo responsabilizado pela execução e manutenção de distintas obrigações.

A essa altura não há como deixar a tecnologia de lado, uma vez que é responsável por padronizar diferentes demandas, tais como:

1.     Processos de recebimentos e pagamentos;

2.     Aquisição de materiais;

3.     Aquisição de medicamentos e equipamentos de emergência;

4.     Quitação em dia dos salários dos profissionais;

5.     Manutenção do funcionamento operacional.

Portanto, o equilíbrio financeiro é primordial para enfrentar a crise, então procure parametrizar os procedimentos, pois certamente influencia na produtividade de forma geral.

3 – Faça mais e com mais qualidade

O primeiro ponto de mudança quando a demanda hospitalar sobe exponencialmente é a perda da qualidade no atendimento. Isso pode acontecer por inúmeros fatores, e o principal deles é a falta de planejamento.

O que temos visto com bastante frequência é uma maior humanização no atendimento, é o encurtar a distância entre equipe e paciente. Claro, isso só é possível mediante prévio preparo de gestores e profissionais.

Embora seja um cenário novo e desconhecido a muitos, é o momento ideal para maximizar a eficiência dos protocolos de atendimento, alinhando com precisão aos profissionais responsáveis pela linha de frente.

Ademais, deve haver maior adaptação dos equipamentos com o ambiente certo para o trabalho ser desempenhado.

E uma vez mais a tecnologia é inerente à taxa de sucesso desse posicionamento, pois amplia a possibilidade de padronização personalizável e atrelada à integração dos setores e procedimentos.

4 – Alinhe-se com a tecnologia de um sistema de gestão hospitalar

Somos suspeitos a falar sobre isso, mas é apenas por meio de um software de gestão em saúde eficiente que a instituição irá prosperar.

Em suma, de forma organizada e totalmente automatizada, os gestores passam a controlar melhor os processos gerenciais, administrativos e financeiros de maneira integral.

Contudo, muita atenção na hora de investir em uma solução para seu hospital. Você deve observar quais funcionalidades a solução oferta. Em poucas palavras, preze pelas seguintes características:

1.     Facilidade na etapa de agendamento;

2.     Processo de admissão voltado à flexibilização e produtividade;

3.     Internação desempenhada por painéis centralizados de gerenciamento de leitos e operações;

4.     Maior atuação ao setor assistencial do hospital, com prescrição eletrônica integrada às áreas de faturamento e farmácia, por exemplo;

5.     Demandas cirúrgicas planejadas através de painéis unificados de agendamento e registros de cirurgia;

6.     Possibilidade de reduzir a complexidade das demandas de faturamento, finanças e custos;

7.     Por fim, proporcionando uma gestão hospitalar estratégica.

Esses são apenas alguns dos recursos encontrados em uma solução moderna e eficiente. Pode ter certeza, não somente a produtividade será estimulada, mas todo o âmbito hospitalar sofrerá transformações relevantes, a fim de garantir sobrevida à crise.

Em que lugar os indicadores de desempenho hospitalar se encaixam?

Além das dicas acima, uma excelente estratégia para ter profissionais engajados e resultados sólidos, é efetivar um acompanhamento dos indicadores de desempenho hospitalar.

Através da análise minuciosa dos principais indicativos, como: faturamento e gestão de glosas, análise de convênios, taxa de ocupação de leitos, estoque e suprimentos, duração média de estadia, taxa de readmissão e margem operacional, é possível traçar um mapa consistente do que traz resultados e do que exige mudanças.

Para ambos os casos, o software de gestão é seu melhor aliado. Ele facilita a compreensão dos dados e informações e os transforma em direcionamentos mais claros e eficazes.

Para saber mais sobre como deve ser o investimento em um sistema completo, é só entrar em contato com a equipe da SALUX. Temos exatamente o que precisa para assegurar total produtividade hospitalar!

Rua Evaristo da Veiga, 154 - 3º Andar, Porto Alegre - RS - (51) 3021-0055 - 90620-230
Infraestrutura Plantão 24 Horas
51 99239-6976 (VIVO)
51 99238-7010 (CLARO)
Suporte
51 99767-7602
Receber novidades
Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.